Ir para conteúdo

CLARA

Membro
  • Total de itens

    576
  • Registro em

  • Última visita

Sobre CLARA

  • Data de Nascimento 24-07-1988

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

CLARA's Achievements

Novato

Novato (1/14)

0

Reputação

  1. CLARA

    BrekBlog: Vida a Um

    Se você é membro daqui há 8, 15, 20 anos é problema seu, sei o grupo com quem costumo conversar/debater/brincar desde quando entrei aqui e você não se incluiu nele (e inclusive não se inclui no contexto da citação que você fez de mim, então não sei por que a desencavou pra me atacar gratuitamente). Se vocês também são amigos há 10, 20, 30 anos e possuem uma panelinha, também não é meu problema. Façam assim: proíbam a entrada de novos membros. Não é a primeira vez que me sinto assim aqui. Já ocorreu outro fato e tentei excluir minha conta sem fazer alarde. Acontece que este fórum impossibilita isso, então estou aguardando ainda o Ellion fazer isso por mim agora. Da outra vez voltei aos poucos porque ainda tinha uns dois ou três com quem eu gosto de conversar. Excluo (ou tento, pois fui informada de que não é possível ¬¬) sim, pois eu não preciso estar aqui, já que tenho outros contatos dos colegas que fiz no fórum para me comunicar. Góris, você não foi o estopim, você sabe o que foi. E não é que eu dê atenção a "guerrinhas", mas esse tal de FGBraz que nunca vi mais verde, resolveu cair em cima de mim gratuitamente em tom pejorativo, inclusive insinuou falar um palavrão. Pra mim isso é descer o nível de uma discussão que não fui eu que começou. E ainda surge esse Mega do nada pra concordar com o que ele fala. Quem acompanha meus posts e SABE INTERPRETAR, porque analfabetismo funcional é algo que existe mesmo ainda em pessoas com nível superior, sabe que eu sou a primeira a condenar estereótipos, sexismos, bairrismos e principalmente generalizações de qualquer tipo, seja ao que tange a mim e aos grupos em que me incluo, seja no reconhecimento das alteridades. Quem começou com isso foi o Mega no tópico "Teorias sobre mulheres". Se você é tão guardião do slogan "não criemos estereótipos", por que você não cai em cima dele, FGBraz, e para de me encher o saco e de me atacar pessoalmente, já que nem dirigir a palavra a você eu fiz? Góris, eu sei diferenciar brincadeiras, debates, assim como sei identificar provocações onde o nível desce. Se há uma coisa que eu aprendi é que se eu não me defender, ninguém fará por mim, nem num fórum da internet, nem na "vida real". Agora você quer apostar como irá chover provocações do tipo: "a Clara está mostrando que mulheres são exaltadas, que se irritam fácil, mimadas, etc, etc,". E como o próprio FGBraz fez dizendo que: Ele usa os próprios argumentos que ele condena contra mim. Pessoas que agem com incoerência são assim mesmo. Me senti e fui ofendida e não fico quieta mesmo. Não fico quieta com as pessoas que lido cara a cara, vou ficar aqui, onde todo mundo se esconde atrás de um avatar? E até onde sei não estou aqui pra agradar ninguém. Só que pode ter certeza que eu sou uma pessoa racional ao extremo, sempre trato com respeito às pessoas, pondero todos os lados, etc. Mas se vier me tirar do sério, falo mesmo.
  2. CLARA

    BrekBlog: Vida a Um

    Ontem, dia 29 de junho, um avatar que eu nunca vi na vida, vem ressuscitar um post meu, do qual eu nem lembrava, publicado em 13 de março, ou seja, mais de três meses depois, para me atacar do nada por causa de uma brincadeira que fiz com Góris, dentro de um contexto que lembro menos ainda, e do qual, eu creio, aquele mesmo avatar não estava nem participando. E ainda vem outro apoiando. Por favor, será que alguém pode me dizer como excluo minha conta do fórum Brekground? Se não é possível o próprio membro fazer isso, por favor, Ellion, faça.
  3. CLARA

    BrekBlog: Vida a Um

    kkkkk Pelo menos você pode ligar o fogão e se aquecer. ;) Mas vê se toma vergonha! Não tem nem geladeira e tá pensando numa tv de 500 polegadas. E vê se aprende a cozinhar também! HOMENS! AFF!
  4. CLARA

    BrekBlog: Vida a Um

    Góris, o senhor por acaso já comprou uma geladeira?
  5. CLARA

    BrekBlog: Vida a Um

    Primeiro: "vocês" uma vírgula. Não me inclua na sua teoria. Segundo: É ruim de um banco ver a cor de algum juro meu. Meu dinheiro não é capim, nem dá em árvore. Nem tou aqui pra enriquecer ninguém às minhas custas. Terceiro: Meu filho vai aprender a cozinhar, principalmente porque é uma das coisas que se faz de olhos fechados e ele tem que aprender a se virar sozinho. E é bom que meu marido saiba também, senão leva um pé na bunda. :)w: E já voltaram os determinismos de gênero... Aiaiai...
  6. Música boa tem e sempre terá, mesmo que você tenha que vasculhar bastante para achar. Minha constatação foi que parece que os mais novos vêm com prazo de validade. A era dos deuses da música, que se tornam clássicos, acabou... Apesar de alguns dos segmento pop e axé que tem por aí ainda persistirem (mas que para mim é total descartável =P). Por exemplo, essa Winehouse, ela tinha tudo pra ser a cantora que revolucionaria o cenário musical (falo de qualidade), mas se perdeu com os problemas pessoais. Essa Lady Gaga, tadinha, quis ser a Madonna do século XXI. Madonna revolucionou a cena pop nos anos 80 porque ousava de uma forma que ninguém tinha feito e talvez não tivesse coragem para a época. Aí, pra essa Gaga se destacar num quadro já saturado e que já tem sua rainha, faz umas bizarrices como usar roupas feitas de carne, colocar próteses nos ombros, urinar no palco, etc.
  7. Por favor, Góris, não ouça no ônibus sem fone! =P Ouvi uma frase há umas semanas de um doutorando lá da facul que foi nos apresentar sua tese sobre o filme do Simonal, e fez a minha ficha cair: "A MPB morreu, acabou.". Então é isso, até surgem umas vozes, mas elas no máximo só interpretam, ou compoem uma música meia boca e somem. Fora os descendentes dos grandes nomes da música que de vez em quando surgem, mas que não me convencem muito... Não teremos mais Chicos, Caetanos, Gil, Simonais, Gal, Elises (ando meio envolvida com anos 60/70 e ditadura =P)... Mas aí me vem uma Gadú da vida, e também não me convence tanto... O jeito é ser ouvinte passivo de funkeiros desprovidos de fone nos ônibus... . . . . . Deixei a música desses japas no repeat, é bem viciante, me lembra alguns bons momentos da vida que não voltarão. Dei uma segunda chance a eles e escutei outra música: também escutável, mas não farão sucesso. =P http://www.myspace.com/thefutureratio/music/songs
  8. Ando tão pessimista quanto a música. Meus estilos preferidos morreram e parece que são mesmo datados (e eu até prefiro que sejam). Também não são lançados mais fenômenos como antigamente, que vão atravessar gerações. Tudo que é novo é descartável, fake. Mas também não tou aguentando muito escutar coisa velha. Agora há pouco tava ouvindo uma música legalzinha na MTV de uma banda japonesa. Não quero nem procurar outros vídeos deles porque será decepção na certa. Mas esta aqui é até escutável.
  9. Anda acontecendo que o dia tá muito chato hoje. Feriados e domingos costumam ser bastante entediantes. Ainda mais com tempo frio...
  10. Vocês poderiam colocar os spoilers como spoilers no tópico de GOT... Estão contando tudo...
  11. Eu lembro de O Sexto Sentido... Meu tio foi ver no cinema e chegou em casa dizendo que o filme era perfeito, tinha um final surpreendente e que não iria nos contar para não perder a graça. EU insisti tanto que ele contou... Daí alguns anos depois, quando eu assisti ao filme pela primeira vez, me arrependi de ter pedido a ele para me contar o final. ¬¬ Não fui surpreendida pelo filme... :cryw: Ah, minha irmã soltou com a maior naturalidade o final de Harry Potter para mim. ¬¬ Coloque este tópico em Entretenimento.
  12. CLARA

    O que você está lendo?

    Eu fiz o download de 1822 e "folheei" o arquivo. O cara fez uma enorme pesquisa, trabalhosa, foi em vários centros de pesquisa, teve a legitimação de vários profissionais, alguns da História, e inclusive do Embaixador que há duas semanas deu um pulo lá na facul pra dar uma palestra sobre Estudos Africanos... e tudo isso pra desperdiçar naquela narrativa... Eu até então só tinha entrado em contato com as capas e já tinha torcido o nariz, mas não dá pra criticar sem ter um melhor contato, né? Mas agora tive. A diferença é que isso não é um livro historiográfico, é uma obra para entretenimento, que talvez beire a um romance (apesar de toda pesquisa já citada). Não iremos lê-lo na facul, e se um cara for utilizá-lo como fonte em algum trabalho acadêmico vai ter que ter uma justificativa bem plausível para tal. É um livro para as massas, leigos, para virar best-seller. E isso não é problema meu e nem da Academia. Cada um publica e lê o que quiser, né? E tem gente (eu, inclusive) que lê tanta coisa ruim por aí, ou até mesmo nada. Um livro desses faz aumentar a circulação de informação, o interesse pela história do país e tal. Eu não tenho nada contra jornalistas investigando a História. Eu mesma tenho um livro sobre a Revolução de 1930, do Domingos Meirelles (aquele do Linha Direta), o "1930 - Os Órfãos da Revolução" em que o autor pesquisa jornais da época, entre outros documentos para reconstruir aquele episódio. É romanceado, claro, mas considero um trabalho sério dentro do que ele se propôs. E, não, um trabalho de pesquisa como o historiográfico na Academia, assim como na área do Direito, Medicina, Letras, Engenharia, Serviço Social, Odontologia, ou qualquer outro campo de conhecimento, onde são disponibilizados milhões de reais (dinheiro público em jogo) a partir de bolsas CNPq, FAPERJ, etc., onde mestres, doutores e pós-doc trabalham sua vida toda para realizá-los, não pode ser feito por autodidatas. É elitista? Claro. É uma realidade restrita que a maioria das pessoas não tem contato com ela, mas que existe. Não é prepotência da academia, preconceito, etc. Essa é minha posição de historiadora. Agora minha opinião: eu já tinha torcido o nariz para a capa do “1808” e para o subtítulo (Como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal e do Brasil) e pensei logo... mais uma versão caricaturada e pejorativa da vinda da família Real ¬¬. E, putz, o primeiro capítulo de 1822 confirmou minhas suspeitas... Se um dia eu vier a lê-lo na íntegra - digo isso por que tenho uma lista enorme antes dele -, eu, com certeza, não passarei ilesa por ele. Vou aprender algo com ele, sim. Mas não tem como deixar de ler com um olhar crítico, assim como faço com filmes históricos, etc. Mas essa discussão toda é por que você disse que a faculdade não conseguiu te explicar o processo de independência... Laurentino Gomes conseguiu? Ótimo. :winkw:
  13. CLARA

    O que você está lendo?

    Menino! Você tinha que ver o carrão do cara! :jawdropper: rs.
  14. CLARA

    O que você está lendo?

    Eu falei que a aula (leia-se didática) da professora era um saco. E também por o recorte dela ter sido escravidão, já que Brasil II tem que cobrir o Brasil Império (até a Proclamação) e ele não se resume somente a aquele tema. Os professores em geral adoram limitar os cursos do básico às suas linhas de pesquisa. Igual a um professor comunista, especialista em marxismo e afins que deveria ter dado um curso sobre teoria e métodos da historiografia no ciclo básico e privilegiou a corrente marxista no curso. Mas ele era gente boa. ^^
  15. CLARA

    O que você está lendo?

    Pois é... Como o pessoal das Exatas adora dizer, as Ciências Humanas adoram levantar questões, mas parece que não gostam muito de respondê-las... hehehe Eu tive Brasil II com uma especialista em escravidão, então ela levou o curso puxando a sardinha pro tema dela... quase 90% do curso. Foi um saco. Mas como você falou, posso indicar os maiores especialistas do tema (ou qualquer outro tema) e dificilmente vai ter um consenso. Por outro lado, você sabe o que os historiadores acham desses autores que tentam meter o bedelho no nosso ofício... hehehe... Os egos iiiiiinflam... rs Ainda não li, acho que vou procurar um PDF pra ver qual é a dele e ver por que faz tanto sucesso. Mas isso é até bom por um lado para aumentar um interesse pela história do país, etc., por ser acessível e didático (creio, né).
×
×
  • Criar Novo...