Ir para conteúdo

[Mega Topics] peidos


Mega

Recommended Posts

Viver ao ar livre é muito mais saudável para o ser humano, pois podemos desfrutar da luz do sol e respirar ar fresco. Mas a civilização moderna nos enclausurou e isso se tornou um problema para todos, não só para os peidorreiros que passam vergonha, como também para os narizes que tem tem que suportar tais gases repugnantes e nauseabundos.

 

Rejeitando o modelo industrialista de civilização poderíamos recuperar a liberdade de peidar sem medo de represálias. Peidar é bom, peidar faz bem e ninguém deveria ser proibido de peidar, já que se trata de uma necessidade biológica.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Affe, agora é vc ao suportar essa idéia da Maressa de voltarmos a andar nus e felizes no meio da selva, em meio a sanguessugas, mosquitos da dengue e malária, vivendo de mato e fugindo de onças e lobos guará?

Cara, teoria é algo lindo, prática infelizmente é diferente.

 

Pessoalmente, entre ter minha cama quentinha e gostosa e viver pelado no mato, fico com o primeiro.
 

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 4 months later...

Viver no mato me agrada ,para as sanguessugas tem repelentes naturais ,que podemos usar ,para os mosquitos ,fogueira para malária ,cânfora...e por aí vai.

 

A roupa para quase maioria da minha familia é uma mordaça...

 

Meus irmãos e outros familiares agem assim:a primeira coisa que fazem já no ônibus chegando em casa do trabalho...abrem os soutiens e os homens os botões da camisa...quando chegam em casa geralmente andam nus ou  de cueca ou calcinha...dizendo :graças a Deus saí dessa prisão!

 

Quanto ao famoso pum...é como vc cheirar as fezes do outro é um grande constrangimento ,além de ser nojento pra caramba!

 bjim em todos!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 months later...

Um homem tinha verdadeira paixão por feijão, mas ele lhe provocava muitos gases, criando situaçôes embaraçosas sempre que o comia. Um dia ele conheceu uma garota e se apaixonou. Mas pensou: 'Ela nunca vai se casar comigo se eu continuar desse jeito.' Então fez um sacrifício enorme e deixou de comer feijão. Pouco depois os dois se casaram. Passados alguns meses, quando ele voltava para casa, seu carro quebrou. Ele telefonou para a esposa e avisou que ia chegar mais tarde, pois voltaria a pé. No caminho de volta para casa, passou por um restaurante e o aroma maravilhoso do feijâo lhe atingiu em cheio. Como ainda estava distante decasa, pensou que qualquer efeito negativo passaria antes de chegar. Então entrou e comeu três pratos fundos de feijão. Durante todo o caminho, foi para casa pei*dando, feliz da vida. E quando chegou já se sentia bem melhor. A esposa o encontrou na porta e parecia bastante excitada. Ela disse: 'Querido, o jantar hoje é uma surpresa.' Então ela lhe colocou uma venda nos olhos e o levou até a mesa, fazendo-o sentar-se à cabeceira. Nesse momento, aflito, ele pressentiu que havia um novo pei*do a caminho. Quando a esposa estava prestes a lhe remover a venda, o telefone tocou. ela foi atender, mas antes o fez prometer que não tiraria a venda enquanto não voltasse. Ele, claro, aproveitou a oportunidade. E, assim que ficou sozinho, jogando seu peso para apenas uma perna, soltou um senhor pei*do. Nâo foi apenas alto, mas também longo e picotado. Parecia um ovo fritando. Com dificuldade para respirar, devido à venda apertada, ele tateou na mesa procurando um guardanapo e começou a abanar o ar em volta de si, para espantar o cheiro. Mas, logo em seguida, teve vontade de soltar outro. Levantou a perna e... RRRRRRRRRRROOOOOOOOOOOOUUUUUUUUUUMMMMMMM!!... Esse, então, soou como um motor a diesel pegando e cheirou ainda pior!... Esperando que o odor se dissipasse, ele voltou a sacudir os braços e o guardanapo, frenéticamente, numa animada e ridícula coreografia. E quando pensou que tudo voltaria ao normal, lá veio a vontade outra vez. Como ouvia a mulher, lá dentro, continuando a falar no telefone, não teve dúvidas: jogou o peso sobre a outra perna e mandou ver. Desta vez merecia medalha de ouro na categoria. Enxofre puro. As janelas vibraram, a louça na mesa sacudiu, e em dez segundos as flores no vaso sobre a mesa estavam mortas. Ouvido atento à conversa da mulher no telefone, e mantendo a promessa de não tirar a venda, continuou pei*dando e abanando os braços por mais uns três minutos. Quando ouviu a mulher se despedir no telefone, já estava totalmente aliviado. Colocou o guardanapo suavemente no colo, cruzou as mãos sobre ele e chegou a sorrir vitorioso, estampando no rosto a inocência de um anjo. Então a esposa voltou à sala, pedindo desculpas por ter demorado tanto ao telefone, e lhe perguntou se ele havia tirado a venda e olhado a mesa de jantar. Quando teve a certeza de que isso não havia acontecido, ela própria lhe removeu a venda e gritou: ' SURPRESAAAA!' E ele, finalmente, deu de cara com os doze convidados sentados à mesa para comemorar seu aniversário.

  • Like 1
  • Haha 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 3 months later...

A vingança é doce, e meu peido é fedido!

Uma megera um dia tentou me transformar em um desempregado. Ela falhou na sua missão e isso aconteceu a 3 anos atrás, mas semana passada em plena câmara dos vereadores, ela estava sentada do meu lado. Não deu outra: soltei uma bufa, MAS UMA BUFA DAQUELAS!!!!!!

CHERA MEU PEIDO, FILHA DA PUTA!!! VÁ APRENDER A RESPEITAR O EMPREGO DOS OUTROS!

Logo depois da bomba atômica, mudei de lugar. Basicamente, sentei do lado dela, soltei um pum federal, e saí do lado dela. Bem feito!

Editado por Mega
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 3 years later...
  • 2 months later...

Mudei de emprego, tava conversando com a minha chefe, mas escapou um pum! Tanto eu quanto ela continuamos falando sobre o trabalho, fingindo que nada aconteceu. Mas a colega da sala ao lado se revoltou e fez escândalo. Até foi pegar um bom ar e borrifou até no ar condicionado. Isso foi numa sexta-feira. Fiquei o fim de semana inteiro bolado, achando que ia perder o emprego pois, calcula, se a sala do lado já tava insuportável, imagina o que a minha chefe passou! 

Segunda-feira falei tanto com a chefe quanto com a fulana. Assumi que o peido era de minha autoria e pedi desculpas. Fiquei vários dias sem comer feijão. 

Fui perdoado pela minha grande honestidade. Mas provavelmente não terei tanta sorte da próxima vez, já estou pensando em pedir transferência de departamento para um local com mais espaço e menos gente. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Leonis changed the title to [Mega Topics] peidos

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...